Jaipur, a cidade rosa que deveria ser laranja – PARTE II – Jaipur, the pink city which should be orange – PART II

 Ainda não entendi porque Jaipur é conhecida como a cidade rosa. Em minha opinião, se a cidade tivesse que ser conhecida por uma cor, eu daria o nome de cidade laranja, ou cor de pêssego? A cidade toda é pintada da mesma cor, num tom alaranjado desgastado… Acho que o governo proíbe pintar a cidade de outra cor porque perderia o seu tchan turístico porque afinal todo mundo quer conhecer Jaipur, a cidade rosa… na Índia também tem Johdpur, a cidade azul que provavelmente deve ser roxa e por aí vai…

Chegamos em Jaipur à noite e fomos diretos para a guest house que tínhamos reservado. A guest house era uma delícia, super bonitinha, limpinha e confortável….como é bom tomar banho quente e dormir num colchão bom com lençóis sem manchas né? É a velha estória, a gente só valoriza realmente quando fica um tempo sem. Se por acaso algum de vocês for pra Jaipur, a guest  house Bhim Villas é uma boa pedida, recomendo 100%.

Gostei de Jaipur, na verdade senti que estava dentro de um documentário daqueles que retratam a realidade de um país de uma maneira um pouco estereotipada sabe? Estou falando isso porque senti que Jaipur retratava muito a Índia que já tinha lido em livros, assistido na TV e ouvido de amigos que já tinham estado no País.

Mil e uma cores davam vida aos sáris das mulheres e o turbante dos homens de Rajastão. Rickshaws, vacas, bicicletas, camelos carros e elefantes conviviam de alguma maneira no caótico trânsito indiano. Odores desagradáveis ou às vezes insuportáveis penetravam nos narizes desacostumados dos turistas.

Fizemos um tour pela cidade e visitamos os principais pontos turísticos, entre eles o City Palace e o Amer Fort, mas nesse post não estou com a mínima vontade de descrever o local ou a estória desses lugares. Estou com mais vontade de contar das outras coisas que vi por lá, da tentação das mil e uma lojinhas que são simplesmente o paraíso de compras principalmente para as mulheres, do encantador de serpentes, da leitura de mão, da pintura de henna na mão e no braço…

Resolvemos passar à tarde em um lugar que se chama Chokhi Dhani que nada mais é que um complexo que imita um vilarejo em Rajastão então todas as construções das casas, comida, danças e festividades buscam imitar o que seria um típico vilarejo no passado. O lugar apesar de super turístico atrai mais indianos do que gringos….é muito um passeio de domingo para as famílias indianas da classe média. Aproveitei pra fazer todas as atividades disponíveis no local….massagem indiana na cabeça, tatuagem de henna nas mãos e leitura de mão. Pois é, quem me conhece sabe que tenho este meu lado esotérico e adoro este tipo de coisas e a Índia é o lugar ideal pra quem gosta dessas coisas pois é o país que mais leva essa coisa de esoterismo a sério.

Enfim, o expert de leitura de mão não falava inglês então meu chefe serviu como tradutor. Olha que sem noção o cara, a primeira coisa que ele falou é que eu tinha a chance de ter um acidente entre meus 26 aos 28 anos (não se esqueçam que faço 26 anos no dia 30 de abril). Horrível né? Pior era ver a cara do meu chefe assustado falando com o cara em hindu e eu sem entender bulhufas. Para me tranqüilizar falou que eu viveria até depois dos 70 anos. Falou também que tenho basicamente 3 oportunidades pra me casar: aos 26 anos, 28 anos e 33 anos…pelo que eu entendi, se passar dos 33 anos sem casar, já era. Falou também que eu seria famosa e poderia me envolver com política ou algo assim…AH falou também que eu daria certo abrindo o meu próprio negócio e que teria uma lucratividade de 30% (haha fala sério, de onde ele tirou estes 30%?). A última coisa que me lembro de ele ter falado é que eu iria viver bastante tempo fora do meu país. Um total de 12 anos não consecutivos longe do Brasil. Até hoje já estive fora do Brasil por cerca de 2 anos e meio. Se a palma da minha mão souber o que vai acontecer comigo, então isso quer dizer que ainda tenho mais 10 anos (não consecutivos) fora do Brasil…será? É a pergunta que não quer calar…só o futuro poderá dizer…

dsc01309

Todos se renderam ao esoterismo - leitura de mãoSaree

 

Tatuagem de Henna

Tatuagem de Henna

Saree

(english version – Google translator)

I still do not understand why Jaipur is known as the pink city. In my opinion, if the city had to be known as a color, I would name the city of orange, or peach? The whole city is painted the same color, a tone orange worn … I think the government prohibits the city from another paint color because it would lose its Tchan tour anyway because everybody wants to know Jaipur, the pink city … India also has Johdpur, the city likely to be blue purple and so on …

We arrived in Jaipur in the evening and went directly to the guest house we had booked. The guest house was a delight, super cute, clean and comfortable as it is good …. take hot bath and sleep in a bed with nice sheets without patches right? It is the old story, we just value when it is really a time without. If by chance any of you is at Jaipur, the guest house Bhim Villas is a good thing, I recommend 100%.

And a thousand colorful sarees and turbans Saris gave life to the women and men of Rajasthan. Rickshaws, cows, bicycles, camels and elephants and even cars could be found in the chaotic traffic. Weird smells or sometimes unbearable smells penetrate the unaccustomed noses of tourists.

We took a tour around the town and visit the main sights, including the City Palace and Amer Fort, but in this post I don’t feel like describing those places or their history. I am more willing to write about other things I saw there, like the temptation of a thousand shops that are simply a heaven for women, the snake-charmer, the palm reading, henna painting and things like that…

We spend the afternoon in a place that is called Chokhi Dhani which is a complex that intends to reproduce a village in Rajasthan. All the houses, food, dances and festivals reproduce a typical village in Rajasthan. The place despite its super touristic attractions has more Indian visitors than foreigners…..

 I took almost all the activities available on the place…. Indian head massage, henna on my hands and arms and palm reading. Yeah, who knows me well enough knows that I have my esoteric side and I love these kinds of things and India is the ideal place for because it is the country that takes this thing quite seriously.

The expert palm reading guy did not speak English so my boss helped with the translation. The first thing he said to me is that I have the chance of an accident between 26 to 28 years (since I will turn 26 on April 30 his first comment was quite scary). Sounds horrible right? Worse was to see the frightened face of my boss talking to the guy in Hindu and of course I couldn’t understand a thing. But he assured me that I would have a long life…after 70 years old. He also said mentioned that I have basically 3 opportunities to get married: 26, 28 and 33 years old … so if I don’t get married until 22, I should forget about it…Hehehe. He also said that I have good chances to become famous and could get involved with politics or something … He also pointed out that If I open my own business and the profitability would be around 30% (haha are serious, where did he take the 30% from?).

The last thing I remember he said is that I would live for some time outside my country. A total of 12 non consecutive years far from Brazil. Until today I was out of Brazil for about 2 years. If the palm of my hand knows what will happen to me, that means I still have 10 more years away from my hometown? It is a question that can’t be answer right now … only the future can tell …

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s